10 dicas rápidas para vender mais na loja agropecuária

Publicado em 20 de março de 2023

Você que tem um negócio de produtos voltados para o campo pode não estar satisfeito com os resultados que tem colhido nos últimos meses ou anos. A boa notícia é que a partir dessas dicas rápidas será possível descobrir como vender mais na loja agropecuária sem a necessidade de grandes investimentos.

1 – O público

A primeira dica é conhecer o público, o seu público. E vale a pena fazer um estudo para entender a persona do seu negócio, que traz informações mais detalhadas do que simplesmente pensar no público-alvo. Ao descobrir a sua persona, você vai ser certeiro nas vendas porque poderá compreender melhor quem é o seu cliente ideal.

O cadastro

Este pequeno tópico concorda com o que vimos acima. Ao pensar no seu público, a próxima dica está em criar mecanismos para fazer o cadastramento dos clientes. Assim, será possível pensar em ações e campanhas mais focadas nesses consumidores, além da possibilidade de se ter relatórios individuais sobre eles.

2 – Os produtos

Existem duas perguntas clássicas na vida de um empreendedor: o que vender em uma loja agropecuária e o que mais vende em loja agropecuária. Assim, as respostas vão ajudar na criação de uma lista de produtos para agropecuária ideal para o seu negócio.

A combinação

Vale um adendo neste tópico sobre produtos. Todo mundo sabe que a venda casada é proibida e há seus motivos para isso. No entanto, é muito interessante e positivo quando um bom vendedor consegue ajudar o cliente ofertando a venda de produtos combinados.

Sabe o que é isso? É quando oferece um arame para cercamento com acessórios, por exemplo. A compra conjunta pode gerar um desconto para o consumidor e maior ticket médio para a loja, aumentando o valor agregado do negócio.

Para quem ficou curioso sobre esse tema, continue nos acompanhando neste blog porque em breve vamos ter um conteúdo que explica mais detalhes do cross selling, que é uma estratégia que melhora a experiência do consumidor através da venda de produtos complementares.

3 – A organização

Essa é outra das dicas rápidas deste conteúdo que pode mudar a sua forma de ver o seu negócio. Já ouviu falar em layout da loja agropecuária? Considere que é importante que o seu espaço interno seja iluminado, organizado e estratégico para as vendas. Essa identidade é capaz de impulsionar as decisões de compras dos consumidores.

O estoque

Nessa organização do ambiente tem que estar o estoque da sua loja agropecuária. Alguns erros comuns que os gestores cometem é não dar atenção à entrada e saída de produtos, o que pode indicar dinheiro parado ou cliente insatisfeito. O armazenamento dos itens deve respeitar o espaço disponível, inclusive. 

4 – Os fornecedores

O que o cliente encontrará no seu comércio pode dizer muito sobre a fidelização dele. Ou seja, se comprar materiais ruins, ele não vai voltar. Ao mesmo tempo, ao lidar com produtos de qualidade, a chance de ele se tornar um cliente fiel será muito maior. Sem contar que bons fornecedores possuem prazo de entrega rápido.

O suporte

Como complemento do tópico sobre fornecedores, considere que existem marcas no mercado que podem oferecer suporte ao cliente, com a finalidade de ajudá-los em suas atividades. A Cercas Cattoni, por exemplo, é reconhecida no mercado porque, entre tantos benefícios, faz o serviço completo, desde a medição até a instalação das cercas.

5 – Os canais de comunicação

Mais uma boa dica para vender mais na loja agropecuária, independentemente da onde você está, é usar os vários canais de comunicação disponíveis na atualidade. O erro está em achar que somente a venda presencial deve ser usada. O homem do campo também está na internet e nas redes sociais hoje em dia.

O marketing digital

Acima, vimos sobre o cadastro de clientes. E no marketing digital isso é muito vantajoso porque permite criar programas e atividades focados neles – e nas vendas, obviamente. É possível, por exemplo, estreitar o relacionamento com os leads a ponto de ter um negócio cíclico, com as vendas recorrentes.

6 – Os vendedores

Não menos importante do que os outros pontos, esse aqui indica o sucesso nas vendas ou o fracasso. Porque a escolha de colaboradores que prezam pelo bom atendimento ao público é sinal de que o seu comércio de produtos agropecuários está no caminho certo. É interessante investir em capacitações e treinamentos.

As perguntas-chaves

Quanto mais preparado os funcionários estão, então, maiores as chances de indicar o produto certo e agradar o cliente. Existem perguntas comuns, que se respondidas com sabedoria podem gerar ótimas vendas, entre elas:

  • Qual é o arame mais indicado para as minhas cercas?
  • Como lidar com pulgões na horta?
  • Qual o melhor herbicida para as lavouras?

Algumas pesquisas do mercado dizem que mais do que 60% do faturamento de uma empresa vem de clientes recorrentes, isto é, os que estão fidelizados. Então, assumir esforços para isso é importante para toda loja que visa vender mais.

7 – A tecnologia

A tecnologia deve ser agregada ao seu negócio porque essa é uma tendência. Aliás, é uma realidade, sendo que as empresas que não se adequam a ela acabam ficando para trás. E nós conhecemos histórias sobre isso em todos os setores – quem não se lembra do fato de a Kodak ter rejeitado as câmeras digitais e ter entrado em falência pouco tempo depois?

O uso desses mecanismos pode ser favorável em vários sentidos, como no mapeamento de gôndolas, avaliação de índices de satisfação de consumidores, criação de preços dinâmicos, opções de entregas inteligentes e muito mais.

8 – O pós-vendas

Quando um cliente entra em contato, ele busca uma solução. Se você entregar isso para ele, ótimo. No entanto, vem a outra parte: será que ele vai voltar a comprar com você? Apesar de não ser diretamente uma técnica de venda, essa dica é valiosa para fidelizar o consumidor, o que pode indicar as próximas vendas.

O pós-venda é aquele tratamento que é feito com os clientes depois que eles compram. Ou seja, vai além da venda feita. As vantagens vão desde um bom relacionamento até mesmo a prestação de serviço conforme a lei, quando há necessidades de trocas ou garantias. Com um bom pós-venda, as chances de ele voltar a fazer negócio com você aumentam em 70%.

9 – A meta

Agora, de nada adianta a gente mencionar várias ações fáceis para executar se você não tiver a régua, isto é, uma métrica para saber se está indo bem ou não nas suas vendas. Concorda? 

Para começar, o ideal é que se baseie no seu planejamento que, com certeza, deve ter considerado o potencial do mercado. Assim, tenha anotado qual é a quantidade de vendas para determinado produto e, também, para a soma final do seu negócio.

Um fato curioso é que será possível aumentar a margem de lucro, pensar em um mix de produtos avançado, calcular novos tickets médios de vendas e chegar a outras estratégias a partir dessa definição de meta a ser alcançada ao longo dos meses e dos anos. Pense em metas por produto, por fabricante e também por vendedor.

10 – O valor

Por fim, é legal trazer a reflexão entre valor e preço. Quando se aplica as estratégias de vendas que vimos acima, e que são simples, é possível aumentar o valor do seu negócio; não ficando à mercê apenas dos preços dos produtos.

Valor é o conjunto de benefícios que o cliente encontra em uma loja. Nenhum consumidor é obrigado a comprar com você, mas ele pode comprar várias vezes se notar que tem benefícios ao fazer isso.

E nessa hora também podemos deixar uma dica extra: fique de olho no concorrente, mas não o copie. A ideia é tirar dali lições e reflexões que podem ajudar você a ter um negócio único, se tornando peça essencial na vida de muitos consumidores e se posicionando como uma marca reconhecida e sempre lembrada no mercado.

Conheça outras estratégias de vendas

O nosso blog está repleto de notícias e artigos que mencionam dicas rápidas e valiosas como essas que você acabou de conhecer.

Além disso, temos um infográfico gratuito que traz pontos interessantes para aumentar o lucro do seu negócio. Nele, há estratégias que ajudam na conquista e fidelização de clientes.