Invasão de capivaras nas plantações: confira 4 dicas para resolver esse problema!

Publicado em 22 de janeiro de 2020
Invasão de capivaras nas plantações: confira 4 dicas para resolver esse problema!

A invasão de capivaras é um problema que pode trazer uma série de prejuízos aos produtores rurais, já que os animais são capazes de provocar imensos danos em diferentes tipos de plantações. 

Antes de tomar medidas contra esse tipo de situação, é preciso ter em mente que o abate da espécie sem a devida autorização dos órgãos responsáveis é proibido por lei, sendo considerado crime ambiental. 

Justamente por isso, é necessário conhecer técnicas capazes de manter as capivaras afastadas, mas que não causem ferimentos ou a morte dos animais. 

A seguir, saiba mais sobre os danos que uma invasão de capivaras pode provocar e confira os 4 principais meios de lidar com esse problema! Continue a leitura!

Confira quais danos podem ser provocados por uma invasão de capivaras

Para se ter uma ideia do quão devastador uma invasão de capivaras pode ser para uma propriedade rural, vamos citar um caso que aconteceu na cidade de Rio do Sul e teve suas consequências descritas em matéria do site Diário do Alto Vale

Trata-se de uma plantação de milho de três hectares, que foi infestada pelos animais e teve mais da metade de suas plantas destruídas. 

As capivaras ocupam o espaço da plantação durante a noite e acabam destruindo boa parte da fonte de renda que ali se encontra. 

Outro ponto preocupante é a questão de saúde que envolve a invasão de capivaras. Sujeito a enchentes, o local pode ser fonte de propagação de leptospirose. Além disso, há o risco de infestação do carrapato estrela, que afeta inclusive a pastagem de gado. 

Com um gasto de cerca de R$ 6.000,00 em insumos e sementes, sem contar toda a mão de obra, a produção precisa ser mantida em seu pleno vigor para que não ocorram prejuízos significativos na propriedade. 

Um biólogo já esteve presente no local e constatou que, assim como em muitas propriedades, as capivaras não são nativas da região, portanto podem ser consideradas um problema de saúde pública. 

Por mais desafiador que esse tipo de caso seja, existem recursos que podem diminuir as suas consequências, principalmente em situações em que não há ação efetiva dos órgãos públicos. Saiba mais sobre essas medidas no próximo item. 

Descubra as 4 principais maneiras de evitar esses animais na lavoura

Agora que você já sabe qual é a extensão de danos que podem ser provocados por uma invasão de capivaras, confira agora quais são os melhores meios de evitar que esse tipo de situação ocorra. 

Utilize fogos de artifício 

De acordo com uma matéria do site Globo Rural, uma maneira de espantar as capivaras da lavoura é por meio de fogos de artifício. 

Esse recurso não provoca nenhum tipo de dano físico aos animais, apenas os assusta com o alto barulho e os afugenta por determinado período.

Um problema dessa técnica é que, após certo tempo, as capivaras podem voltar, fazendo com que o processo tenha que ser repetido todas às vezes em que elas se fizerem presentes. 

Outro ponto que precisa ser considerado é que, uma vez espantados, os animais podem invadir outras áreas agrícolas vizinhas, estendendo o problema das invasões para terceiros. 

Por conta desses fatores, por mais eficientes que sejam em um primeiro momento, os fogos de artifício não devem ser considerados como uma solução definitiva para a invasão de capivaras, sendo apenas uma medida paliativa ou emergencial. 

Instale cercas de arame

As cercas montadas com arames, comumente utilizadas para o confinamento de animais, também podem servir para o trabalho oposto, sendo um bom recurso para manter certas espécies afastadas. 

Utilizadas principalmente em volta de arrozeiras, que são alvos recorrentes de invasão de capivaras, ou em barrancas de rios, que é de onde os animais vêm originalmente, as cercas podem ser eletrificadas ou não. 

No caso das cercas elétricas, o tipo de arame mais comum é o de fio 18, com 1,24mm, que é amplamente utilizado para essa finalidade. 

É também recomendado o fio 16, com 1,65mm, que é mais grosso e evita que o peso dos animais estoure a contenção com o passar do tempo. 

Aposte em telas de arame

As telas de contenção, por sua vez, são recursos encontrados com mais facilidade em terrenos também utilizados com finalidade residencial, como em sítios, por exemplo. 

As telas alambrados, com altura de 0,50cm ou 0,80cm, são boas opções capazes de impedir que os animais passem por cima delas. 

De melhor funcionalidade e fácil instalação, as telas podem ser excelentes contra a invasão de capivaras, mas é preciso analisar seu custo-benefício de acordo com o espaço disponível, já que demandam um investimento maior.

Considere a criação dos animais

Ainda de acordo com a matéria do Globo Rural que aponta os fogos de artifício como uma solução para a invasão de capivaras, é ressaltada a possibilidade de criação desses animais, que seria uma forma ambientalmente correta de lidar com eles. 

Evitando problemas ainda mais graves em seus habitats e invasões em propriedades vizinhas, uma boa alternativa é aproveitar a presença das capivaras para tornar-se um criador comercial registrado no IBAMA. 

De acordo com a regulamentação adotada pelo Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, as crias podem ser vendidas aos 10 meses de idade, quando atingirem uma média de 35 quilos. 

Existem abatedouros legalizados para as capivaras, que pagam cerca de R$ 3,50 pelo quilo vivo do animal, portanto se trata de um mercado com vendas garantidas aos produtores que optarem por essa alternativa. 

O manejo das capivaras pode ser feito em consórcio com galinhas caipiras e piscicultura. 

Essa é não só uma excelente maneira de retirar as capivaras da área de plantio, mas sim de resolver o problema como um todo de maneira legal, preservando e tornando a sua produção mais diversa! 

E então?

Você viu que comentamos sobre a questão da invasão de capivaras nas plantações e que apresentamos algumas dicas emergenciais e a longo prazo que podem contribuir para amenizar esse problema.

Com falamos acima, dependendo da sua situação, a criação desses animais pode ser uma solução interessante. Contudo, sabemos que isso irá acarretar certos cuidados e investimentos.

Nesse sentido, a cerca elétrica ou até mesmo a tela alambrado podem colaborar bastante para impedir a invasão. É importante que antes de optar por um dos modelos, você solicite ajuda de um profissional para analisar o terreno e indicar qual é a melhor opção para a sua necessidade.

Você já conhecia os problemas que envolvem a invasão de capivaras? Gostou das nossas dicas para resolver essa situação?

Se ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou quer conhecer todos os modelos que temos e que são indicados para a contenção de capivaras, entre em contato conosco pelo WhatsApp (47) 98833-4563 ou no e-mail [email protected] e saiba como podemos ajudá-lo!