Qual o tipo de tela para viveiro é melhor: plástica ou metálica?

Publicado em 3 de outubro de 2022

As telas para viveiros de pássaros devem ser resistentes e duráveis. Ninguém quer instalar um produto que vai ter falhas e deixar os animais desprotegidos. E nem ter que ficar dando manutenção toda hora. Então, vem a pergunta: qual o tipo de tela para viveiro é melhor?

A ideia desse conteúdo é discutir duas possibilidades: as telas para viveiros de plástico e as telas metálicas para viveiros. Cada uma delas possui seus diferenciais e a conta final é você quem vai fazer. Antes de começar a calcular, descubra mais sobre cada um dos produtos.

Para uma leitura simples e objetiva, separamos o artigo em tópicos, sendo:

  • As telas para viveiros
  • A tela de plástico para viveiros
  • A tela de metal para viveiros
  • Qual o tipo de tela para viveiro é melhor?
  • Os passos para fazer um viveiro para pássaros

As telas para viveiros

As telas para viveiros possuem o principal objetivo de cercar pequenas áreas para proteger os pássaros, especialmente aqueles que são de pequeno porte. Para outras aves, como patos e galinhas, aí usa-se telas hexagonais de maiores dimensões (polegadas).

Assim, as telas hexagonais se dividem em categorias: para viveiros (1/2 polegadas), para pinteiros (1 polegada), para galinheiros (2 polegadas) e a tela mangueirão (3 polegadas). Essa última alternativa é para cercar ovelhas, porcos e outros animais de médio porte.

Além das dimensões, os tipos de telas para viveiro também se diferenciam pelo material usado na sua fabricação. Hoje em dia, dá para encontrar dois deles: o de plástico e o de metal. A partir do próximo tópico, conheça as características de ambos.

A tela de plástico para viveiros

Geralmente, as telas de plástico hexagonais, que podem ser usadas em viveiros, são compostas por polietileno de baixa ou alta intensidade. Isso quer dizer que podem ser instaladas em ambientes úmidos, corrosivos e que sofrem outras intempéries.

É um tipo de tela muito leve e que permite fácil instalação. Um ponto interessante sobre elas está no fato de serem flexíveis para o uso dentro da agricultura. Assim, serve até como quebra-vento em algumas áreas, além de proteger cultivos, animais e taludes gramados.

O curioso é que por ter um material menos rígido do que o metal, ela tem sido uma ótima ideia na piscicultura e na aquacultura. Logo, é comum vê-las em tanques de criação de peixes, de lagostas, de camarões, de ostras, etc.

Apesar de todas essas características, quando usada como tela para viveiros, a que é de plástico tem um tempo de duração bem menor do que a que é feita de metal galvanizado. Por isso, a de plástico tem sido mais comum para ser usada em outras áreas.

A tela de metal para viveiros

As telas para viveiros de metal galvanizado são formadas por pequenos hexágonos e a fabricação inclui o carbono como elemento. Elas garantem a limitação de espaço aos animais e, além disso, também traz o fator da proteção contra os possíveis predadores.

São muitas as vantagens para a construção de viveiros com essa tela. Como a segurança, já que elas são resistentes à ação do tempo, das chuvas ou do sol. Possuem um baixo custo de manutenção, ao passo que podem resistir há mais de 1 década sem quaisquer sinais de ferrugem.

Outro diferencial das telas metálicas é que elas ficam bonitas em qualquer lugar. Então, independente do ambiente escolhido, do tamanho dos pássaros ou do espaço do viveiro, o criador poderá ter uma construção que seja colaborativa com a natureza.

Por fim, vale mencionar que os pássaros se sentem mais confortáveis com esse tipo de material, que não o agride e ainda permite estar mais perto do ambiente externo. É diferente dos viveiros de madeira, de canos ou de plástico, por exemplo, que inibem essa aproximação.

Qual o tipo de tela para viveiro é melhor?

Para que se tenha essa resposta, a pessoa interessada precisa estudar os tipos de telas, das matérias-primas usadas até o custo-benefício. Por exemplo, elas precisam ser resistentes para o que se propõe a fazer. Afinal, isso garante maior durabilidade a elas.

Em ambas as opções acima, saiba que essas telas para viveiros são mais baratas do que os muros. A começar pelo custo da manutenção, que é muito menor. As telas, de plástico ou metal, não precisam ser pintadas e nem restauradas de tempos em tempos.

No caso das telas metálicas para viveiros, por exemplo, a durabilidade é um ponto forte. Isso porque os gastos com reparos e manutenções, geralmente, não acontecem em menos do que 10 anos. Mas, para isso, é preciso fazer a compra de um fornecedor de qualidade.

Além do custo-benefício, as telas possuem a vantagem de permitirem a visualização do ambiente interno – assim como de dentro para fora também. Então, o criador das aves poderá ter uma visão ampla, com a possibilidade de ver toda a natureza ao redor.

Os passos para fazer um viveiro para pássaros

O passo a passo para fazer um viveiro para pássaros é simples. O que vai ser importante nessa hora são os detalhes. Por exemplo, a escolha da melhor tela. Até mesmo porque as aves precisam de espaço para alongar as asas e realizar as suas atividades do dia.

Esse cantinho especialmente criado para elas envolve a segurança dos próprios animais, assim como a limitação deles em um ambiente que seja confortável. Sabendo disso, os principais passos para criar um viveiro são: local, tamanho, tela e acessórios. 

De modo resumido, temos:

A escolha do lugar adequado – é preciso levar em conta onde os pássaros vão ficar. Eles estarão protegidos da chuva? Haverá sombra e sol ao longo do dia? Existe a incidência de correntes de ar? Nessa hora, escolhas erradas podem adoecer os pássaros.

O tamanho do viveiro – Aqui vai depender do número de aves que estarão ali. O ideal é que eles tenham espaço suficiente para voar, tanto na horizontal quanto na vertical.

A escolha do material da tela – Acabamos de mencionar isso nesse conteúdo. Entre o plástico e o metal galvanizado há outras alternativas no mercado. O que se recomenda é uma escolha que leve em conta a qualidade e outros diferenciais de cada tipo de tela.

Os acessórios para viveiros – Hoje em dia, as aves são como pets e, por isso mesmo, também merecem atenção especial. Logo, dá para encontrar brinquedos, poleiros, comedouros e muitos acessórios que farão os pássaros mais felizes.Inclusive, na hora de criar o próprio viveiro de pássaros vale a pena voltar à dica acima: escolher um bom fornecedor. Isso porque ele também pode prestar o serviço de mensurar os espaços e fazer a instalação das telas, o que otimiza tempo e reduz os custos da criação do viveiro.