Aprenda como fazer cerca elétrica rural neste passo a passo

Publicado em 30 de maio de 2023

Nas grandes fazendas ou em propriedades rurais menores, esse sistema de segurança é usado para impedir o avanço de animais de criação em determinados espaços e para prevenir as invasões em lavouras, além de ter utilidade como divisão do pastejo rotacionado.

Neste conteúdo, você entenderá como fazer cerca elétrica rural e vai descobrir como é o funcionamento dela, que tem um viés psicológico. Afinal, o que inibe os animais é o choque e não a estrutura física da cerca.

Os benefícios da instalação correta das cercas elétricas rurais são muitos. Como: aumento da eficiência dos pastos, melhora na produtividade dos bovinos e mais lucro para a fazenda. Sem contar com a sustentabilidade porque evita que novas áreas para o pasto sejam necessárias.

Continue lendo para ler o passo a passo!

Como funciona uma cerca elétrica rural

O funcionamento da cerca elétrica rural é simples: ao encostar nos fios eletrificados, os animais sofrem um pequeno choque elétrico. Com a memória do desconforto, isso o desencoraja a ultrapassar o limite estabelecido.

Apesar de parecer uma ideia engenhosa, essa é uma estrutura de baixo custo, o que a torna alternativa viável para muitos produtores rurais. No entanto, existem alguns cuidados que precisam existir durante a instalação dela.

Uma informação positiva inicial é a de que a cerca elétrica rural pode ser construída em qualquer tipo de terreno. Outro bom motivo para conhecer mais desse sistema é que ele chega a ser 50% mais barato do que os modelos tradicionais.

Os materiais usados na instalação da cerca elétrica rural

Aqui vamos mencionar os materiais necessários para a instalação da cerca elétrica rural. Eles são importantes para garantir a eficiência, segurança e durabilidade da estrutura. Confira cada um dos elementos!

O eletrificador

O eletrificador é o responsável por transformar a energia elétrica de alta voltagem em pulsos elétricos de curta duração – menores do que 1 milésimo de segundo. É por isso que essa cerca não traz riscos para pessoas e nem para os animais.

Então, quando alguém, ou um animal, encosta no fio, o pulso elétrico atravessa o corpo e vai até o solo, fechando o contato com o aterramento e produzindo o choque. O choque, aliás, causa apenas um desconforto e não machuca.

Assim, é necessário que se tenha respeito pela capacidade do aparelho quanto à quilometragem e a distância máxima da eletrificação. Para quem quiser ter detalhes disso, vale a pena estudar a NBR IEC 60335-2-76.

Os isoladores

Um erro comum é usar os isoladores de linha que ficam no interior do poste, chamados de “mangueirinhas”. Eles possuem grande área de contato, facilitando a oxidação do arame a partir da água da chuva.

Na hora de comprar os isoladores para cercas elétricas para o campo, exija os produtos próprios para esse objetivo, que devem ter proteção contra os raios ultravioletas e camadas de zinco, por exemplo.

No mercado, os tipos de isoladores mais comuns que podem ser usados nesse cercamento são: aqueles de canto e os de linha (entre eles, tubo isolado, tipo W, com parafuso e com distanciador).

O aterramento

Para o aterramento, usam-se hastes, cantoneiras, canos ou mourões. Ou seja, a variação também é grande, exigindo estudo para escolher o mais viável para você. Por isso, vale a dica: eles podem ser galvanizados para que se evite a ferrugem.

O aterramento principal do eletrificador é feito com pelo menos 3 hastes, que devem ficar próximas do aparelho. Essas hastes devem ter 2 metros de comprimento, pelo menos, ou o necessário para se chegar até a parte úmida do solo.

Depois, ligam-se as hastes usando um arame de cerca.

Em lugares onde o solo é seco, arenoso ou tem baixa condutividade, aconselha-se um aterramento auxiliar, que pode ser feito com hastes ligadas ao arame neutro da cerca. A distância entre as hastes varia de 300 a 1.000 metros.

O arame neutro, tantas vezes conhecido como arame terra, é contínuo e acompanha toda a extensão da cerca em paralelo aos arames eletrificados. Esse arame se liga em todas as hastes de aterramento principal ou auxiliares.

Veja a explicação sobre o aterramento principal e os auxiliares conforme imagem da CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária).

Os arames

A recomendação é usar os arames próprios para cercas elétricas, que serão os melhores condutores e não vão oxidar com facilidade. No fim do artigo, vamos falar sobre qual é o melhor arame para cerca elétrica rural, leia atentamente. 

A proteção contra raios

Resta um último material importante a ser listado neste conteúdo: da proteção contra os raios. Para essa proteção, será preciso comprar um protetor que diminuirá a incidência dos raios que poderão atingir o eletrificador. 

Há vários tipos e marcas, ainda que nenhum garanta 100% de eficiência.

A ideia desse protetor é bem simples: ser um sistema que vai direcionar parte da descarga elétrica para o solo através do aterramento. Isso evita a carga total no eletrificador.

Durante as chuvas, aliás, as cercas elétricas não devem ser desligadas. Isso porque os animais possuem o comportamento comum de se encostarem nas cercas para fugir da chuva. Com elas desligadas, o risco de um raio atingi-los seria maior.

O passo a passo para instalar uma cerca elétrica rural

Agora você sabe quais os materiais que serão usados nessa atividade, porém, ainda não vimos os passos de como fazer cerca elétrica rural. Confira quais são as principais etapas nesse passo a passo.

Ancore as hastes

As hastes ou postes devem ser compactados na terra. Também devem ter furos para existir passagem para os arames. Diversos materiais podem ser usados como postes, desde que devidamente isolados.

Fixe o isolador

Na sequência, deve-se fixar o isolador ao poste. Esse é um material de alta resistência a corrente elétrica e será importante para isolar os condutores da terra.

Passe o arame

A próxima etapa é passar o arame pelos postes instalados. Há modelos ideais para esse objetivo como veremos mais adiante.

Faça o aterramento

É importante que se ligue os fios neutros, feitos com hastes de aço galvanizado, diretamente no solo. Essa ação permitirá o escape da energia elétrica, como vimos anteriormente.

Conecte o eletrificador

A última etapa da instalação da cerca elétrica rural é conectar o eletrificador ao arame e ao aterramento, de modo que ele impulsionará a eletricidade pelo fio.

Atenção: não se esqueça das placas de sinalização

A verdade é que não existem normas que obriguem a sinalização das cercas elétricas rurais. No entanto, a recomendação é que elas sejam usadas a cada 10 metros de cerca. O ideal é usar placas amarelas, vermelhas ou laranjas.

Aliás, esse é um dos 7 cuidados para ter na instalação da cerca elétrica rural.

Onde comprar os materiais para construir cerca rural elétrica

Todos os itens mencionados acima precisam ser de qualidade para que a sua instalação aconteça de maneira segura e para que o funcionamento da cerca elétrica seja correto. Isso envolve atender os padrões internacionais e exige a escolha de um fornecedor confiável.

Por exemplo, no caso dos arames, a legislação não permite que se faça o uso de arames farpados para essa construção para evitar acidentes com animais e pessoais. 

Então, qual fio usar para cerca elétrica rural?

O Arame Liso Galvanizado é uma opção: tem uma camada de zinco e é resistente a corrosão. A conta, neste caso, é simples: um arame grosso é melhor do que um condutor fino e o galvanizado tem mais resistência do que o que pode enferrujar. 

Ou seja, ótimo custo-benefício.

Outra dica sobre os arames é evitar as emendas. Isso porque elas acabam funcionando como redutoras de tensão. Essa redução também pode ser causada pela vegetação que toca o arame, daí vem a importância de se fazer a manutenção periódica das cercas elétricas.

Conheça todos os produtos da Cercas Cattoni.

A Cercas Cattoni faz a instalação das cercas elétricas rurais

Apesar de saber como fazer cerca elétrica rural, você notou que existem muitos cuidados que se forem deixados de lado pode comprometer totalmente a instalação. Por isso, recomenda-se a contratação de uma empresa especializada no tema, como é a Cercas Cattoni.

Com isso, há a garantia de que se chegará aos melhores resultados possíveis.

A Cercas Cattoni também pode ser a responsável pela manutenção da cerca elétrica rural, que exige esse cuidado periódico a partir de vistorias. A equipe poderá se certificar de que os isoladores estão intactos, que a voltagem da cerca está correta, entre outras atividades.

Aliás, sobre a voltagem, recomenda-se que ela fique entre 5.000 e 9.500 volts, ainda que a regulamentação permita uma tensão de até 12.000 volts.Entre em contato e faça um orçamento. Também atendemos pelo WhatsApp, através do 47-9-8833-4563.