Cercamento para gado de corte – Conheça os melhores tipos

Publicado em 29 de novembro de 2022
Cercamento para gado de corte

Hoje, o Brasil tem uma pecuária de destaque no mundo inteiro. Só que para entrar nesse ranking nacional de criação de bovinos e processamento de carnes, o produtor tem que entender sobre pasto e o cercamento para gado de corte.

Afinal, são temas determinantes para produzir arrobas a baixo custo. Então, veja os tópicos que criamos neste conteúdo e faça uma boa leitura:

  • O manejo da pastagem
  • As cercas na pecuária
  • Qual a altura de cerca para gado
  • Qual o melhor tipo de cerca para produção de gado de corte
  • Para saber mais: cercamento entre vizinhos

O manejo da pastagem

Atualmente, são várias as estratégias que podem ser adotadas pelos pecuaristas que querem aumentar a produção de arrobas em suas fazendas. O que se busca é o melhor desempenho dos animais através do melhoramento genético e da suplementação mineral.

No entanto, há uma ferramenta inicial que precisa ser colocada em prática antes mesmo dessas ações focadas nos bovinos: o manejo da pastagem. Ou seja, ações que envolvem o solo e os animais. 

Sim, essa técnica vai transformar o seu potencial produtivo no campo.

Dessa forma, o objetivo de uma fazenda pecuária é conseguir obter uma pastagem ideal para que os seus animais cresçam de forma saudável. É isso que vai gerar a melhor proteína para o mercado consumidor. 

Essa ideia é válida em todo sistema de criação, como o confinamento, que é um dos mais comuns nas fazendas brasileiras.

E quando se fala em manejo de pastagem não dá para não se lembrar das cercas. Ela é fundamental para que a propriedade tenha um pasto adequado. 

O fato é que a cerca na pecuária tem se atualizado nas últimas décadas, mas mantendo benefícios intrínsecos a ela, como a proteção dos animais. Saiba um pouco mais sobre essas vantagens do cercamento para gado de corte.

As cercas na pecuária

Ele pode ter várias vantagens, como a separação dos animais em categorias. No qual a divisão acontece por estados reprodutivos, pesos ou frames diferenciados,  status sanitários, grupos genéticos, exigências nutricionais, etc.

Também dá para se pensar na cerca na pecuária como limitação para corredores de acesso à currais, retiros ou outros pastos. Ao mesmo tempo, elas limitam a passagem dos bovinos para áreas como nascentes de rios, cochos ou creep feedings.

Uma terceira vantagem é a possibilidade de ter um manejo adequado aos animais, o que tem a ver com o conceito do manejo de pastagem. As grandes extensões não são recomendadas para um pastejo uniforme e a cerca é que padroniza essa ação. 

Um bom exemplo vem do aproveitamento do capim. Esse ponto é fundamental para que a fazenda tenha bons resultados financeiros. E o cercamento é posicionado de modo a dividir as diferentes áreas da propriedade, indicando aos animais o ambiente ideal.

Qual a altura de cerca para gado

Agora que você notou a importância da cerca, a próxima dúvida que pode ter é: a altura ideal dela para manter os animais seguros e produtivos ao mesmo tempo?

Para ter essa resposta, o ideal é que se leve em conta as variáveis da fazenda, como a quantidade de animais.

Além disso, outro ponto importante tem a ver com o tipo de cerca que será usado. Você vai ver abaixo que o Belgo Z-700 é um dos mais maleáveis e resistentes do mercado. Assim, se encaixa em várias demandas dos produtores de gado.

Para você não ficar sem respostas, saiba que para os bovinos, a dica é usar cinco fios, sendo que é comum que se faça uso dos mourões de madeira. Logo, eles vão alcançar alturas de 1,20 metros até 1,40 metros. Já explicamos isso antes.

Qual o melhor tipo de cerca para produção de gado de corte

Além da altura, outro ponto que vale a pena observar é quanto à durabilidade das cercas, o que vai variar conforme a agressividade do ambiente. Se elas não forem resistentes poderão ter uma vida útil menor.

Águas salinas e uso de defensivos para controle de pragas são exemplos de agentes que podem danificá-las. Então, aqueles fios que são de arame e possuem proteção com zinco ou galvanização se tornam melhores opções no mercado.

No ramo agropecuário, as cercas precisam ser resistentes e duradouras. Assim, se tornam soluções efetivas para a contenção dos animais e criação de gados. 

No entanto, para conhecer o melhor tipo de cerca para gado, o primeiro passo é conhecer as opções que existem no mercado. Concorda?

Nos próximos tópicos vamos avaliar os tipos de cercas para gado de corte disponíveis nas Cercas Cattoni. 

Lembrando que a escolha de um ou de outro vai depender da finalidade do uso, mas todas as alternativas abaixo podem ser ótimas soluções para o cercamento para gado de corte.

As cordoalhas

Atualmente, existem vários tipos de cordoalhas. No caso das áreas rurais, há dois que são altamente indicados porque são resistentes, possuindo diâmetro e quantidade de fios necessários para as fazendas.

O Parreiral

O arame tipo Parreiral é um dos exemplos de cordoalhas para bovinos. Ele pode ser útil na criação de remangas (usadas como estruturas de ligação entre os locais de criação dos animais e o curral de manejo) e na construção dos próprios currais para os animais dóceis.

Ele tem proteção tripla galvanizada, sendo altamente resistente à corrosão. Na Cattoni, as características do Parreiral são: 3 fios, 250 metros de comprimento, 1.000 kgf de carga mínima de ruptura, 4,00 mm de diâmetro.

O Cordaço

Outra opção de cordoalhas é o Cordaço. Aliás, é um modelo dos mais indicados como cercamento na área rural porque tem tripla camada de zinco e conta com 7 fios. Diferente do Parreira, tem carga mínima de ruptura que é de 2.500 kgf. E o diâmetro é de 6,40 mm.

E vale lembrar que as cordoalhas não são iguais ao cabo de aço, apesar de que ambas são feitas com arame de aço. No caso desses produtos usados na zona rural, eles possuem arames mais densos e menos fios do que o cabo de aço.

O Belgo Z-700

Como mencionamos acima, o Belgo Z-700 é um dos modelos de cercas mais usados por criadores de gado pelo fato de ser maleável e resistente. É um tipo de cerca de arame ovalado, muito indicado para a construção de cercas de contenção e de proteção em regiões.

A Belgo Z-700 tem comprimento que varia entre 500 metros e 1.000 metros. A carga mínima de ruptura é de 700 kgf. Tem zinco na sua composição e o diâmetro do fio é de 3,00 x 2,40 mm.

Para conhecer mais dos modelos de cercas para produção de gado de corte da Cattoni, entre em contato com um dos nossos consultores.

Cercamento para gado de corte

Para saber mais: cercamento entre vizinhos

Você sabe como fazer a demarcação de propriedade rural? No começo do ano, a gente publicou um conteúdo explicativo falando sobre o uso de cercas entre divisas, o que é uma ação de demarcação importante em terras particulares. Leia e saiba tudo sobre isso.

Assine a newsletter

Posts recentes

Tags